Piscina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Piscina

Mensagem por Secret em Qui 21 Ago - 22:00:15

Piscina


Thanks to +Lia atOps
Secret
avatar
Admin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina

Mensagem por Lorelai Cecil Morgenstern em Seg 27 Out - 18:54:11

CARPE DIEM, MY DEAR
baby i'm living louder dreaming longer tonight and baby i'm fighting harder and loving stronger tonight because we're all just kids who grew up way too fast skdgnskdndflhkldsfjg
Minhas costas estralaram junto com a primeira espreguiçada que dei pela manhã. Eu nunca consegui entender como as pessoas odiavam acordar cedo. Aproveitar os raios de Sol na pele era a terceira melhor coisa do mundo, seguida de comida e sexo, estritamente nessa ordem. Em um só pulo estava de pé, cantarolando alguma música que tinha ouvido na festa de ontem, e abri a primeira gaveta do armário, pegando um biquini preto e o colocando no corpo.
A casa não fazia um único som essa hora, e apenas duas opções eram viáveis nesse momento: Ou Baptiste não tinha voltado ainda, ou estava apagado até sabe-se lá Deus que horas. Aydra provavelmente ainda estava em seu sono profundo. Não a culpo, depois de tantos meses carregando um demoniozinho que quase a matou na barriga, eu também estaria cansada. A diferença era que eu não teria nenhum filho, por nenhum motivo que viesse a minha mente. Não me entenda mal, sempre fui boa cuidando de crianças, e na Irlanda eu sempre ficava de babá para as vizinhas de meus pais, mas eu não poderia criar um filho, o garoto viraria um vândalo, provavelmente. Peguei uma toalha no primeiro armário que encontrei e desci as escadas em leves trotes, para que ninguém de mal humor viesse me encher a cabeça depois.
Bom dia, Robert.
Sorri e caminhei direto para a piscina do lado de fora do apartamento. Esses dias tinham sido ótimos, para falar a verdade. Tinha conseguido um trabalho para meu professor que estava de férias, tinha começado a procurar alguns pequenos apartamentos em Nova Iorque e eu, depois de tanto sufoco, estava realmente fazendo o que mais amava.
Joguei a toalha e o celular na mesa coberta, e pulei na piscina. Minha avó adorava flaar o quanto, desde pequena, eu era um livre peixinho desde que encontrei com a água, e ela nunca estava errada. Nadei até a outra extremidade e voltei a superfície, pegando ar e deitando de costas sobre a água, boiando e cantarolando a mesma música de minutos atrás. Afundei mais uma vez e segurei o máximo de ar que conseguia em meus pulmões, e fiquei ali, pensando em todas as coisas que estavam acontecendo. Como meu irmão finalmente parecia se preocupar mais com Aydra, e como ela tinha começado a confiar que eu realemente a ajudaria com tudo aquilo que estava passando. Eu a conehcia a apenas alguns meses, e ela sempre me pareceu uma pessoa maravilhosa, e calma, mesmo quando meu irmão a tratava como gato e sapato. Ela tinha esse ponto comigo. Não tinha uma vez em minha curta vida que eu tinha aguentado os comentários de Baptiste, e sempre os levava para o lado pessoal. Meu pai costumava dizer que eu realemnte nunca teria uma relação de parentesco com meu irmão, pelo mesmo ser tão superficial desde que era pequeno. E essa era a primeira vez que conseguia dar razão ao meu pai.
Lorelai Cecil Morgenstern
avatar
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum