Pátio Externo.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pátio Externo.

Mensagem por Secret em Sab Jun 29, 2013 11:33 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Pátio Externo
Secret
avatar
Admin

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Pátio Externo.

Mensagem por Aleksei C. V. Bouhlarouz em Dom Jun 08, 2014 11:11 pm



Sebastian
Universidade
Let's go play
Se existia algo que era irritante tipo escape de moto? Não, não exista nada mais chato para Aleksei do que um ser imbecil chamado Sebastan. Eram melhores amigos faziam 3 anos, e, ainda assim, eles tinham suas brigas. Coisa de adolescentes, e de melhores amigos.
Aleksei estava saindo de sua ultima aula quando ganhou outro sms. Outro sms dele, daquele maldito cara. Já bastava as velas que segurava pra aquele grande... Enfim. Ele saiu atravessando todo o campus, embaixo de um sol forte. Era verão já?  
O Croata seguiu em direção ao local indicado e o viu segurando uma bola de basquete. A vontade de espancar Sebastian era enorme, mas Alek deu um sorriso calmo e caminhou com as mãos nos bolsos da calça:

-Eu espero que esse maldito jogo sirva para algo, seu monte de merda.
Oh, hello. Hungry?
thanks rapture
Aleksei C. V. Bouhlarouz
avatar
Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Não estou lá.
Instável.
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Isaac H. Markovnikov em Dom Jun 08, 2014 11:20 pm


Life Is a Metaphor....


Estreitei os olhos para enxergar melhor em toda aquela claridade e coloquei a mão na testa, como a aba de um boné para conseguir só então distinguir a forma que se aproximava. Um sorriso divertido se alargou em meu rosto. Lá vinha o furacão croata, com todo aquele mal humor e ar briguento que fazia de nós tão diferentes e nos darmos tão bem. Já havia perdido as contas de quantas vezes havíamos entrado naquelas discussões em que ele me atacava com seus monólogos irritados e eu apenas sorria e continuava a jogar videogame... Na grande maioria das vezes porque me suicidava por motivos inúteis. Isso o deixava realmente puto.
-Eu espero que esse maldito jogo sirva para algo, seu monte de merda.
Soltei uma risada divertida com o que escutei, assentindo. Bati a bola contra o solo, segurando-a de novo em minhas mãos sem dificuldade. Olhei para meu melhor amigo, dando de ombros em seguida.
-Eu já esperava uma saudação tão amigável mesmo. Oi para você também. Já é semana de TPM?
Perguntei em tom brincalhão, ainda com uma careta por conta do sol chato que batia em meus olhos. Quiquei a bola algumas vezes, lançando-a para Aleksei e então abri mais um sorriso divertido. Olhei para as duas cestas, apontando para a pequena quadra improvisada de basquete da universidade.
-Um ótimo, ótimo motivo. Eu estou elétrico. Minha irmã mais nova está vindo para cá e finalmente vou conseguir vê-la depois de três anos. E você, meu caro amigão, foi selecionado para tirar toda essa minha ansiedade ao ser derrotado em um jogo de basquete.
Comentei abrindo um sorriso divertido.

LINKS


credits to @AvaEditions
Isaac H. Markovnikov
avatar
WSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Aleksei C. V. Bouhlarouz em Dom Jun 08, 2014 11:42 pm



Sebastian
Universidade
Let's go play
Alek pegou a bola e sorriu largo. Era de imaginar o bom humor no amigo, embora ele não entendesse tanto. Talvez tivesse algum mistério oculto. Por trás de tudo isso, algo que o Croata não iria querer saber de modo algum.
-Gastar suas energias, jogando Basquete?  - O jovem suspirou e girou a bola no dedo direito. -Eu achei que o papo de jogar basquete era uma brincadeira de mal gosto. - Mesmo estando quente, Aleksei não abria mão de usar camisas de mangas longas. Talvez o costume do frio da Croácia. Ou seria apenas por charme mesmo. Ele bateu a bola algumas vezes no chão e encarou o amigo: -Irmã? Ela não é parecida com você né? Se for, ela está ferrada.- Riu divertidamente e jogou a bola na cesta, acertando-a.
Holly shit
thanks rapture
Aleksei C. V. Bouhlarouz
avatar
Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Não estou lá.
Instável.
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Isaac H. Markovnikov em Dom Jun 08, 2014 11:52 pm


Life Is a Metaphor....


Bom, a ideia não pareceu ser totalmente desagradável e como esperava, Alek pegou a bola, analisando-a por um momento. Eu sabia que meu amigo jogava futebol e jogava extremamente bem. Meu lance era basquete. Minha casa em São Fran era simplesmente infestada de prêmios meus pelo basquete da minha irmã por algum tipo de dança que ela praticava. Era o orgulho dos meus pais por mais que eu tivesse um desgosto enorme por campeonatos. Eu era bom, mas odiava competir. Depois que tive câncer, eles pararam de me pressionar tanto com todo esse negócio de esportes, ainda mais quando o médico disse que havia chances de eu ter de perder alguma parte do corpo... Graças a Deus isso não aconteceu.
-Gastar suas energias, jogando Basquete? -Perguntou Alek, parecendo momentaneamente surpreso por eu não tê-lo chamado para fazer algo como escalar uma cachoeira sem corda ou então pular do telhado da casa para a piscina. -Eu achei que o papo de jogar basquete era uma brincadeira de mal gosto.
-Sem corridas de motocross, paintball em cima de uma montanha a metros do chão ou skate nas colinas por hoje... Na verdade eu me contento bem com um joguinho, quero estar inteiro para quando a Chels chegar. -Dei de ombros, sentindo meu coração bater forte com as minhas palavras. Pra quem via, provavelmente enxergaria um irmão contente por finalmente rever sua caçula, mas eu e Chels sabíamos que tinha muito mais do que isso por trás dos panos. -Acho que é bom manter minhas duas pernas no lugar até o fim do dia.
Senti os olhos de Alek em uma curta inquisição talvez pelo fato de eu nunca ter comentado sobre a existência de uma irmã com ele antes. Abri um sorriso, dando de ombros.
-Irmã? Ela não é parecida com você né? Se for, ela está ferrada.
-Ha-ha. -Respondi com um sorriso no rosto, pouco depois de ele fazer a cesta. Peguei a bola, quicando-a e caminhando em direção ao meu amigo. Driblei-o uma vez, jogando para a cesta também. -Chels e eu não somos nada parecidos. Ela é delicada, loira, tão bela e inocente quanto uma boneca.
Comentei em tom um tanto orgulhoso, jogando a bola para o croata.
-Pode vir.
Falei, erguendo os braços e preparando-me para a defesa.

LINKS


credits to @AvaEditions
Isaac H. Markovnikov
avatar
WSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Aleksei C. V. Bouhlarouz em Seg Jun 09, 2014 12:28 am



Sebastian
Universidade
Let's go play
O Croata encarou o amigo que falava com tanto orgulho da irmãzinha dele, que sentiu um leve toque estranho. Pelo que tinha de conhecimento de amizade entre irmãos, um falava mal do outro.
-Sua irmã é tudo isso?  - Aleksei recuou batendo a bola do chão e atirou de longe, acertando uma cesta de 3 pontos.-Eu nunca vi um irmão elogiar tanto assim uma irmã. Talvez essa relação de irmãos seja forte. Admiro famílias assim. - Talvez, não, Aleksei não quis pensar em mais nada quando viu que acertou a cesta. Ele pegou a bola e jogou pra Sebastian. Ele não tinha inveja do seu amigo, só tinha uma certa admiração. Ele era enérgico, diferente de Aleksei, que preferia livros a esportes, com excessão do futebol. Ah, o futebol é a maior paixão do jovem Croata. Era, até conhecer a física nuclear. -Quando você irá jogar comigo futebol?.- Riu divertidamente e jogou a bola para o amigo, ficando na posição de defesa, apenas o encarando..
Holly shit
thanks rapture
Aleksei C. V. Bouhlarouz
avatar
Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Não estou lá.
Instável.
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Isaac H. Markovnikov em Seg Jun 09, 2014 11:30 pm


Life Is a Metaphor....


Acho que a forma com que falei de Chelsea foi um tanto que alterada demais, mas não me importei. Por mais que irmãos brigassem e coisas do tipo, o fato de eu morar longe dela amenizava tudo. Eu imaginava que fosse assim com irmãos normais também. Você odeia e ama tanto uma pessoa que quando está longe só esquece o ódio e mantém o amor. No meu caso, o amor estava em alta. Abri um sorriso divertido com a encarada que estava recebendo do Croata. Pensei em sacar meu telefone e fotografar.
-Sua irmã é tudo isso?
Perguntou, parecendo um tanto desconfiado, mas isso não me deixou nervoso. Ele poderia desconfiar de tudo, menos um incesto. Era a coisa mais improvável numa sociedade comum. Ergui uma sobrancelha, vendo a bola voar e entrar na cesta. A peguei, abrindo um sorriso ao me lembrar de como o esporte parecia realmente alguma brincadeira infantil de "encaixe a peça na forma correta".
-Sim, é. Mas pode ficar longe porque ainda tenho o poder de te castrar se tocar nela. -Comentei em tom brincalhão e com um sorriso largo, quicando a bola no chão. Bati-a algumas vezes girando-a e me lembrando de alguns dribles que costumava usar. Sorri. -Mas só falo por conhecer sua personalidade pistola e tudo mais. Acho que nunca vi um nego atirar pra tanto lado! Não importa pra onde eu olhe, lá está Aleksei e seu "Ratatata"!
Comentei dando risada mais por saber que ele simplesmente odiava quando o chamava assim. Mas isso só fazia das coisas mais divertidas já que eu era mentalmente incapaz de realmente me situar em um conflito. Minha paciência chegava a ser magnífica. Quiquei a bola por debaixo das pernas driblando Aleksei e com um giro lancei-a na cesta, acertando-a e me pendurando ali ao pular. Sorri ao ter enterrado a bola tão fodásticamente.
.-Eu nunca vi um irmão elogiar tanto assim uma irmã. Talvez essa relação de irmãos seja forte. Admiro famílias assim. Quando você irá jogar comigo futebol?
Tive que rir com o que escutei e assenti, dessa vez roubando a bola antes que ele pudesse fazer um lance. Permaneci quicando-a, esperando que ele avançasse.
-Eu acredito que seja forte até nos reencontrarmos. Depois vem todas as maratonas de briga das quais eu geralmente não participo. É engraçado ver pessoas ficando nervosas sozinhas. Você é a prova disso. -Falei com um sorriso, ameaçando jogar a bola nele, mas jogando por fim contra a cesta. Me preparei para dar um toco na bola assim que Aleksei tentasse fazer outro ponto. Eu estava começando a suar e aquilo era ótimo. Eu simplesmente amava a sensação de energia sendo gasta. -Talvez quando eu não tiver que ficar inteiro para um campeonato. Aí poderemos jogar e darei toda a minha raça porque sim...
Comentei com um sorriso, tomando a bola do garoto mais uma vez e novamente correndo em direção a cesta.
LINKS


credits to @AvaEditions
Isaac H. Markovnikov
avatar
WSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Aleksei C. V. Bouhlarouz em Seg Jun 09, 2014 11:58 pm



Sebastian
Universidade
Let's go play
Aleksei correu na direção de Sebastian e conseguiu tomar a bola dele, se distanciando novamente. Mil pensamentos surgiam, e não conseguia, pensar em outra forma de definir aquilo. Talvez, não, ele não quis definir aquilo com aquela palavra, e, se fosse, putz, era a coisa mais doentia que tinha visto.
-Sabia que eu te odeio? Não me chame de pistola, nem de metralhadora. O fato de eu ser popular com garotas, mesmo sendo um físico nuclear, é estranhamente...  - O croata avançou passando por ele e acertou a bola na cesta, passando ela por debaixo dos braços antes de jogar na cesta.-Excitante. - De fato, era verdade. Ele se dava bem melhor com garotas do que com homens, sendo Sebastian e James seus únicos amigos. Tinha a Sophie. Ah, Sophie. A bailarina loira de pele bronzeada e olhos verdes. Era sexy? Sim, era, mas Alek a via como uma irmã, e ela, o via da mesma forma.-E eu não quero sua irmã. Eu tenho olhos apenas para a Dominique, lembra?- Deu de ombros e jogou a bola para ele. Dominique era uma atriz, e não, não foi pelo status dela que Alek começou a gostar da garota. Mas foi pela imensa inteligência que ela tinha, e aquilo o alegrava muito. O Croata se preparou para se defender, novamente, e viu ele suando: -Você está fedido, eca.
Holly shit
thanks rapture
Aleksei C. V. Bouhlarouz
avatar
Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Não estou lá.
Instável.
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Isaac H. Markovnikov em Ter Jun 10, 2014 6:06 pm


Life Is a Metaphor....


O sorriso era largo em meu rosto e eu me divertia com o sol que batia forte contra meus braços desprovidos de roupas. Eu tentava achar todas as desculpas possíveis para usar regatas e aquele jogo foi mais do que perfeito para isso. Não que eu quisesse mostrar meus músculos, como a grande maioria dos caras fazia, mas eu gostava mesmo da liberdade de não ter mangas limitando o movimento dos meus braços. Eu gostava de qualquer mínima coisa que me lembrasse liberdade por mais ridículo que fosse. Acho que no fim aquele era uma mania minha.
-Sabia que eu te odeio? Não me chame de pistola, nem de metralhadora. O fato de eu ser popular com garotas, mesmo sendo um físico nuclear, é estranhamente...Excitante.
Ergui uma sobrancelha com um sorriso largo e assenti dando uma risada. Aleksei pegou a bola e fez uma cesta, a qual peguei e logo em seguida passei para ele novamente. Corri driblando o Croata para então quando ele se ergueu para lançar, dei um pulo alto, batendo contra a bola que voava mandando-a para o chão antes de entrar na cesta. Abri um sorriso largo por meu movimento de sucesso.
-TOCOOO! -Gritei alto em tom brincalhão, chamando a atenção de alguns alunos que passavam. Dei risada, quicando a bola em volta do corpo, driblando Aleksei. Me posicionei, atirando a bola e fazendo uma cesta. -Ainda bem que não vive de basquete. E sim, com certeza a história de ser físico nuclear faz de você totalmente atraente ao invés de um nerd. Eu mesmo tenho que me controlar pra não querer dar pra você a todo momento!
Falei em tom brincalhão, soltando uma risada bem humorada em seguida. Joguei a bola para ele, concentrando-me na defesa e erguendo as mãos para parar qualquer movimento seu. Aleksei revirou os olhos diante meu comentário e então esquivou com a bola. Pulei para o lado impedindo sua passagem. Ele estava certo no fim das contas. Nós dois, com certeza, conhecíamos toda a universidade e sem sombra de dúvidas, todas as mulheres dali. Bem, eu mesmo posso admitir que era "famoso" por conta do meu sobrenome, já que meu pai era quem era, mas Aleksei... Bem, ele era conhecido por ser um jogador de futebol famoso. Eu jogava basquete no time da universidade, mas isso não fazia de mim nem de perto tão bom quanto ele no futebol. Acho que mulheres se atirando para cima da gente não era exatamente uma novidade, mas eu nunca dei bola para elas por questões pessoais incestuosas e secretas. Aleksei por outro lado costumava dar moral, gerando assim o seu apelido de "metralhadora", ou "fuzil", como gostava de chamar. Brincava dizendo que atirava para todos os lados, mais pelo fato de ele odiar isso do que por ser realmente verdade.
.-E eu não quero sua irmã. Eu tenho olhos apenas para a Dominique, lembra?
Falou antes de tentar um lançamento. Dei de ombros, parando a bola, novamente dando um toco.
-TOCO! -Gritei de novo, com um sorriso divertido, dando de ombros. -Sim, sim... Havia me esquecido que havia se tornado um cavalheiro decente e começado a namorar. Na verdade estou surpreso pelo tanto que está durando... Por parte dela, é claro. Só eu para te aguentar por perto por tanto tempo.
Falei em tom animado, fingindo um calafrio em seguida. Dei risada quicando a bola e correndo em direção a outra cesta, fazendo mais um ponto. Eu já havia perdido a conta de por quantos estava ganhando.
Você está fedido, eca.
Falou por fim, fazendo-me abrir um largo sorriso bem-humorado. Tentei não revirar os olhos.
-Pessoas normais suam, Aleksei. Você é um ET e não deve saber disso. -Dei risada, parando por um momento para pensar e então ergui uma sobrancelha com um sorriso um tanto travesso, como se tivesse acabado de ter uma ideia genial. -Aliás, acho que deveríamos levar nosso "bromance" para um próximo nível. Vem cá, meu gatão! Me da um abraço!
Falei com um sorriso maldoso no rosto, abrindo os braços e avançando na direção do croata.
LINKS


credits to @AvaEditions
Isaac H. Markovnikov
avatar
WSA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Aleksei C. V. Bouhlarouz em Ter Jun 10, 2014 11:45 pm



Sebastian
Universidade
Let's go play
O croata respirou fundo com as retiradas de bola do garoto e desejou que ele morresse. Ou era apenas uma raivinha. O jogo havia acabado, então Aleksei pegou uma garrafa de água e bebeu todo o líquido. -Sabe, foi até legal.  - O croata pegou a bola o encarou:-Sai daqui, não se aproxime. - Deu uma encarada séria, mirando a bola em sua barriga: -E eu não quero abraços de homens. Mas quem sabe de sua irmã?- Deu uma risada gostosa, mostrando covinhas em suas bochechas. Era um dos charmes do garoto croata.: -Você, vá tomar um banho. Nos vemos depois, preciso me apressar para a próxima aula.. -Jogou a bola nele e riu, pegando a mochila e indo em direção a sala.

Turno encerrado.
Holly shit
thanks rapture
Aleksei C. V. Bouhlarouz
avatar
Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Não estou lá.
Instável.
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Beatrice Burnier Blanche em Dom Jan 18, 2015 2:39 pm

Rules are made to be broken, but humans prefer to break hearts.
Not everyone who looks happy really is.
✦✦✦

Eu havia acordado cedo. Os números esverdeados do relógio diziam 08h. Ah. Resmunguei, Aquele dia estava péssimo. Será que eu não poderia ter um momento de sossego? Claro, estava sendo condenada pelos céus por algum motivo fútil. Fechei os olhos novamente. Não consegui ter meu doce sono outra vez e depois de alguns minutos revirando na cama, me levantei. Fui até o banheiro e escovei os dentes, analisando meu reflexo no espelho.

✦✦✦

Desci as escadas de forma veloz, queria me encontrar com Mabelle, mas ela havia viajado para Rússia. Em compensação lá estava Cath, sentada se deliciando com o café da manhã. Aproximei-me da mesa, me acomodando. Meus cabelos estavam soltos e encaracolados ao meio até as pontas. Não usava maquiagem, apenas um batom rosado e uma blusa azulada quais as manguás iam até o cotovelo e minha amada sapatilha vermelha. Apenas degustei de dois pedaços de bolo e um suco de laranja, conversando um pouco com Catherine que saiu minutos após por causa de um compromisso que não envolvia a faculdade, o que era estranho. Depois sai daquela casa enorme, meus pais estavam na empresa da família e Julien deveria está também.

✦✦✦

Cheguei à faculdade com meu carro, estacionando-o perto a outros de forma correta, pelo menos isso eu conseguia fazer sem pensar em um turbilhão de problemas que abarrotavam a minha vida. Suspirei, destravando a porta e deixando o mesmo, trancando-o seguidamente. Coloquei a bolsa amarronzada no ombro direito, começando a andar. Procurei por Aniya ou Anastácia ou Candice ou qualquer pessoa que eu conhecesse, mas não achei. Revirei os olhos e andei até um banco, acomodando-me e abrindo um livro de química, me entediando até a hora em que eu quisesse parar.

✦✦✦
With: Bart | Feeling: Bored. | 305 words.

Beatrice Burnier Blanche
avatar
~Rússia.
Crazy, baby
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pátio Externo.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum