Quarto da Rachel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto da Rachel

Mensagem por Secret em Seg 8 Jul - 19:43:21

Quarto da Rachel
É um lugar bem organizado, iluminado e arejado. Tem um toque sofisticado assim como os outros cômodos da casa. A cama da garota fica logo de frente a um Tv, e seu Guarda-Roupa que é embutido na parede.


Thanks to +Lia atOps
Secret
avatar
Admin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Rachel

Mensagem por Rachel Horowitz-Berry em Seg 5 Ago - 20:30:56

And I Feel Like Falling Down ...

My gold stars are a metaphor for ME being a star.



Caminhar pelas ruas de Bushwick era distrativo. Aquela semana certamente deveria ser a mais difícil da minha estadia na "Big Apple".  Tudo que eu precisava era de um banho quente e uma boa noite de sono. Caminhei pelo Hall da Entrada do prédio, notei um garoto loiro que passava com a camisa em tons vermelhos. Dei de ombros e me pus a andar para o elevador, morar no apartamento 1289 as vezes me parecia um desgaste. Era estranho minha mudança de humor repentina, passei de Garota animada para Zumbi Devastada. Eu estava muito cansada. Me joguei para dentro no elevador me encostando na parede metálica esperando chegar no meu andar, para finalmente acabar com aquele sofrimento.  
   
[...]

Casa, doce e perfeita Casa. Tudo que eu mais precisava era meu Loft. Joguei minha bolsa no sofá e retirei meu salto largando-o em qualquer canto próximo a porta. Quase corri para o banheiro doida para me despir e poder tomar um bom banho, se fosse apenas um banho. Meu ritual noturno era um pouco mais simples que o dá manhã, Primeiro : Banho, mesmo estando em uma cidade nova e vida nova eu continuava com minha loca higiene. Depois eu depilava as pernas, deixando-as lisas e sem um fiozinho de pelo. Após isso eu escovo os dentes, confesso que era demorado certas vezes, Então eu fazia as sobrancelhas, apenas retirava o excesso. E por fim minha hidratação facial, passava creme sobre a face e logo após mergulhava o rosto em uma bacia de água com gelo, era uma técnica adotada por vários artistas para cuidar da pele. Assim que acabei meu "Banho" vesti uma roupa bem leve e fui quase rastejando para o quarto.

[...]

Ver aquela cama enorme toda arrumada e impecável me fez abrir um sorriso bobo. Me deitei e liguei a Tv pondo em um canal qualquer, sabia que não iria assistir mesmo logo estaria dormindo. Antes de ser vencida pela escuridão dos meus olhos se fechando tive um ultimo vislumbre na mente, a imagem de Eckl apareceu como um flash e logo se desfez. Logo após passou pela minha cabeça todos os meus momentos desde a minha chegada na cidade. Por um momento via tudo turvo e logo não consegui associar mais nada, cai em um sono profundo que tanto desejava.




Notes:In my Bed *-* tags:#RACHEL #HOME #BED #NYC notes: I'm In the New York State of Mind Vestindo - Pijama Roxo :3 Veja aqui 'u'


template by ree! from Ops!

Rachel Horowitz-Berry
avatar
The city that never sleeps.
I don't know, you dare find out?
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Rachel

Mensagem por Eden Von Helling em Ter 29 Out - 15:53:40


I've never really been good with goodbyes.
With Rachel · In her house · Wearing this · It's time to move on.

Despedidas... Eu nunca soubera lidar com elas. Não porque tivera falta destas indesejadas companheiras, mas sim pela abundância delas, que acabaram por ficar associadas a acontecimentos terrivelmente desoladores. Aliás, mais do que isso. Dolorosos. Mãe, pai, Alexia e tantos outros, que partiam deixando-me numa agonizante solidão, perdida entre "deverei seguir em frente?" e "que mal eu alguma vez fiz para sofrer tanto?". Todos os que eu amava e que me amavam (essa era a ilusão que me continuava a engodar) desapareciam tão rápido como os meus curtos períodos de felicidade. E portanto, mesmo que tentasse, era-me impossível ser feliz, gostar verdadeiramente de alguém. Porque eu sabia que, mais tarde ou mais cedo, iria perder essa pessoa.

Arrumava dentro de uma mala inutilizada de Rachel os meus poucos pertences: cigarros, isqueiros, pelúcias, cigarros, isqueiros e... pelúcias. Tudo emprestado, comprado recentemente, numa substituição aos objetos antigos, que possivelmente repousavam desarrumados pelo chão do meu quarto, tal como eu os deixara antes da tentativa de suicídio... Arrepiei-me. Não voltara à repulsiva casa desde o impulso fatal de me afogar na banheira. Ainda assim, lembrava-me do acontecimento a cada instante. Reproduzia-se sem cessar na minha cabeça, um pesadelo enquanto dormia e estava acordada. Os cortes, agora cicatrizes, permanentemente marcados no meu antebraço impossibilitavam de esquecer os meus tempos negros. Todavia, afinal, como obliterar algo que ainda vivo? Não é uma amiga perfeita, purpurinas e filmes românticos que vão cobrir toda uma vida de sangue, lágrimas e fingimentos... Essa era uma fantasia inalcançável, porém tentadora. Falsa, mas facilmente representável. Parecia, exteriormente, uma adolescente rejuvenescida, mas no interior... Uma perdida menina, suicida, drogada e que optara por todos os caminhos errados... E que, apenas por coincidência, viveram um faceiro teatro nos últimos meses.

Coloquei uma sweatshirt preta com as palavras "Wasted Youth" na mónotona mala, fechando-a facilmente de seguida. Era tristemente leve, passava com facilidade por uma bolsa feminina do dia-a-dia. Era previsível e completamente preta. Vestido na minha pessoa, portava um conjunto bastante desleixado e típico de mim própria: um gorro verde escuro, uma camisa grande e aberta com padrão militar, uma camisola com padrão quadrangular e avermelhada pendurada na cintura, uma blusa lisa de cor parecida ao gorro, uma jaqueta de ganga por baixo da peça com referências da tropa, uma mini-saia preta e uns simples sapatos da mesma cor, acompanhados de meias. Depois de ter passado pelo que eu passara, a moda havia-se tornado a menor das minhas preocupações, aliada também, embora em menor escala, à falta de higiene.

Peguei na mala negra e abandonei a sala, onde me hospedara nos últimos dias. Bati à porta do quarto de Rachel, depois de uma travessia abatida pelos corredores que haviam representado tamanha felicidade, em tempos de outrora. A maçaneta rodou e o rosto sorridente e entusiasmado da morena fitou-me, com uma expressão que se tornou progressivamente mais receosa e triste, ao ver o meu semblante consternado e a minha mala com alguns pertences visíveis.

- Rachel...- Disse, ajeitando o cabelo nervosamente para trás da orelha- Obrigada por tudo, a sério. Não sei onde estaria sem ti, aliás, onde eu não estaria... Nunca ninguém jamais se importou tanto comigo e isso significa mais do que tu possas alguma vez imaginar- Ela abriu a boca para falar, porém eu tapei-lhe a mesma, prevendo a impossibilidade de cessar o discurso numa fase posterior- Isto não é um adeus, apenas um "até logo"- Sorri- Acho que fizeste o que podias por mim e é altura de eu voltar para a minha casa e a minha vida, tentar reconstruir toda esta confusão. Sinto-me preparada- Pensei em falar mais, porém algo no rosto dela e uma sensação nova em mim levou-me apenas a abraçá-la, apoiando a minha cabeça nos seus ombros e acariciando-lhe as costas com a mão direita. Separámo-nos e ela dedicou-me algumas palavras simpáticas que quase me provocaram o derramamento de uma lágrima... Que eventualmente surgiu. Ri docemente, limpando-a logo e fazendo o mesmo às poucas, porém sentidas, de Rachel. Ela acompanhou-me à porta, onde fomos trocando umas últimas palavras amigas. Ela estava algo receosa de me deixar, porém a minha teimosia e o facto de ela não me poder prender para sempre falaram mais alto. Abracei-a uma última vez.

- Espero-te na festa de Halloween- Pisquei o olho à minha única e perfeita amiga e entrei no elevador, com a emoção do momento a bloquear-me a verdadeira questão: "Para onde vou agora?"

P. Flintstones.
Eden Von Helling
avatar
Somewhere, somehow.
*-*
ESPS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Rachel

Mensagem por Rachel Horowitz-Berry em Ter 29 Out - 17:39:37

I'll Miss you !
Por mais que eu soubesse que um momento isto aconteceria eu não havia me preparado. Despedidas sempre foi algo difícil para mim, só de pensar nisto vinha em minha mente o momento em que me despedi de minha antiga vida, do momento em que deixei de ser a garotinha nerd e perdedora de Ohio para uma garota madura seguindo seus sonhos. No momento em que Eden saísse pela porta seria como se estivessem puxando me novamente para o mar de solidão, viver sozinha naquela cidade não parecia tão maravilhoso como eu imaginava, necessitava alguém comigo ali mais do que nunca.

Havia preparado tudo que ela pedirá, uma mala simples posta na sala ao dispôr dela. Preferi me manter em meu quarto, no meu canto particular, lá poderia esconder meus sentimentos. As batidas na porta romperam meus pensamentos, me pus de pé num pulo indo a frente de um espelho e secando meu rosto úmido pelas lagrimas de aborrecimento pela partida de Eden. Ainda estava preocupada com ela, para onde ela iria ? Se acontecesse algo com ela após sua saída dali ? Eu havia criado um laço afetivo muito forte com ela e seria doloroso saber que algo de tão ruim havia acontecido novamente a ela. Caminhei até a porta e segurei a maçaneta sem gira-la. Encarei por uns segundos aquele objeto de madeira que me separava de Eden, seria doloroso vê-la partir. Respirei fundo, prendendo as lágrimas que ameaçavam sair dos meus olhos e girei a maçaneta lentamente temerosa com o que estava por vim.

As palavras de Eden me atingiram de modo grandioso, não contive as lágrimas de rolarem pela minha face com o que ela dizia. Tentei reverter a situação, pedi-la para ficar mas foi uma tentativa falha, ela nem havia me deixado abrir a boca para falar uma palavra. Ela estava decidida e eu não poderia manter ela como minha prisioneira ali para sempre. Eu encarava seu rosto e podia ver que minha feição era tão triste pela sua reação ao me encarar e me dar um abraço apertado. Chorava silenciosamente, tentando conter os soluços que eram inevitáveis. Após terminar o abraço senti-me no direito de falar algumas palavras, mesmo que fossem para uma despedida que tanto tentava adiar.
- Desculpe por chorar, é que ter você aqui foi um privilégio. Me sentia sozinha e você apareceu, mesmo que nessa situação e me deu um pouco de luz. Você irá me prometer que irá voltar aqui quando puder e passar mais dias comigo, você já faz parte de minha vida Eden, és mais que uma simples pessoa que passou um tempo em minha casa ! - Calei me sentindo as lagrimas inundarem meus rosto e um nó se formar em minha garganta. Abracei ela novamente porém desta vez um simples e rápido abraço.

Caminhamos com os braços entrelaçados pelo corredor trocando palavras um pouco mais animadas do que as anteriores, um sorriso ia se instalando em meus lábios. Abri a porta gentilmente para ela que passou ficando no corredor do andar vazio. Assenti com a cabeça as palavras dela, com todo aquele momento havia me esquecido da festa que logo ocorreria. - Sim, claro ! Nós vemos lá, agora que me lembrou tenho que comprar minha fantasia ou posso ir qual uma roupa velha qualquer e estarei vestida de mendiga ... - Sorrimos no mesmo instante e compartilhamos um último e mais doloroso abraço. Eden caminhou em direção ao elevador e eu fechei a porta encostando minhas costas na mesma escorregando até sentar-me no chão. Um sentimento de vazio foi me tomando, assim como o da preocupação que sentia por deixa-la partir.  

Rachel Berry estava com #EDEN #VON #HELLING em Seu quarto e usava Esta roupa. Thanks clumsy do SA
Rachel Horowitz-Berry
avatar
The city that never sleeps.
I don't know, you dare find out?
Universitários

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto da Rachel

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum